Dr. Beny Schmidt: a saúde do vovô

 

 

 

● Palavra de especialista

 

► Neste mês, daremos umas dicas de saúde aos avôs idosos (mais de 60 anos).

Em primeiro lugar, a conscientização da idade. Por meio dessa reflexão, aos que foram atletas e ainda praticam esportes regularmente, diminuir um pouco a carga pode ser muito inteligente, enquanto aos sedentários vale a velha ideia de que nunca é tarde para começar, pois que nunca é tarde para nada nessa vida.

Após os 60 é de bom alvitre diminuir o álcool e o fumo. Este, se puder ser evitado, melhor ainda. Parar de fumar significa melhor qualidade de vida. Lembrando que o álcool e o fumo podem ser gatilhos para os infartos cerebral e cardíaco!

Se para os jovens cientificamente pode-se questionar, em relação à saúde, certas drogas, como a maconha por exemplo, nos idosos elas são proibidas pelo alto risco de ocasionar as síndromes isquêmicas. O melhor para a saúde de um idoso é ser careta.

Muito importante é pensar com inteligência em relação a essa mania da atualidade de fazer exames abusivos periódicos. A SAÚDE NÃO SE COMPRA NOS LABORATÓRIOS, MUITO MENOS NAS FARMÁCIAS, trata-se de um estilo de viver.

Muito cuidado com os screenings da próstata! A medicina capitalista atual é absurdamente intervencionista. Muitos dos assim denominados adenocarcinomas de próstata são malignos do ponto de vista histológico, mas absolutamente benignos biologicamente. Cuidado com os médicos excessivamente cruentos.

60 anos, comer menos, praticar esportes com inteligência, respeitando cada um seu limite e trabalhar; nunca parar, pois “a vida não reconhece a inatividade”. A aposentadoria é o caminho certo para a patologia e morte prematura, com sofrimento.

Uma última dica, não esquecer jamais de regar o amor da sua mulher, pois que o músculo cardíaco se renova a cada mês por inteiro, ou seja, é como se fosse um novo coração a cada mês, e o amor à família, aos filhos e netos é o caminho sagrado da felicidade.

Aproveitem, vovôs, a vida é maravilhosa. E agora, mais sábios, não deixem passar um segundo sequer desse milagre sagrado que é viver.

 

Beny Schmidt é médico e cientista, chefia o Laboratório de Patologia Neuromuscular da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e também é avô de Luke Benjamin

20 de fevereiro de 2016

 

Link: http://avosidade.com.br/dr-beny-schmidt-a-saude-do-vovo/

Please reload

MANDE SUA MENSAGEM

Desenvolvido por Mais Comunicativa.