A vida conspira para a vida

 

 

Na semana passada descrevemos os conceitos de interstício muscular das fibras contrácteis do miocárdio e do sistema de Purkinje. Mostramos também que a anencefalia inviabiliza a formação dos músculos esqueléticos. Essas fibras musculares especiais de Purkinje são responsáveis pela despolarização das membranas musculares do miocárdio e funcionam como uma cascata de eventos elétricos, permitindo a sincronicidade dos batimentos cardíacos.

 

O músculo miocárdico não se origina dos somitos como acontece com os músculos esqueléticos.

 

Quanto a anencefalia, a ausência de musculatura e a possibilidade dos recém-nascidos nascerem respirando, sendo inclusive algumas vezes capazes de serem amamentados, é explicada pelo fato de que esses bebês nascem com o tronco cerebral íntegro! É justamente no bulbo que se localizam os neurônios responsáveis pelo movimento respiratório! A região bulbar vem logo acima do primeiro segmento medular cervical, eles são contínuos. Portanto, nesses casos, a anencefalia significa a ausência do encéfalo, com preservação do tronco cerebral.

 

Assim sendo muitas vezes eles são capazes de viver por mais de um mês. Mas por que Deus ou a natureza cometeu tamanho engano? Imaginem uma mãe ansiosa pelo nascimento de seu filho descobrir que ele é malformado, que não possui cérebro, repleto ainda de inúmeras alterações fenotípicas (um monstro) e mesmo assim diante de tamanho sofrimento ser obrigada a amamentá-lo mesmo sabendo da brevidade de sua vida?

 

A resposta é simples! Na origem da vida na Terra deve ter ocorrido uma guerra molecular insana, cansativa à exaustão, para que esse ato sagrado se consumasse! A vida é sagrada. Foi muito difícil para ela aparecer no mundo. Talvez somente, por isso, ela prefira gerar vida a um bebê, mesmo malformado, que viverá por poucos dias, a não gerar vida alguma!

 

A vida sempre conspira para a vida.

 

Nós e todos os demais seres vivos conseguimos resgatar a saúde quase sempre sem qualquer auxílio. Os seres humanos, por exemplo, saram sem precisarem recorrer a nós, médicos, na grande maioria das infecções respiratórias! Que aliás na sua imensa maioria das vezes não deixam qualquer sequela!

 

A vida conspira para a vida!

Devemos tratá-la com amor e carinho, aproveitar essa oportunidade, agradecer essa chance e tentar não perder um minuto sequer, pois ela é breve.

 

Na próxima semana começaremos a descrever os músculos lisos dos vasos sanguíneos, intestinos e demais órgãos do nosso organismo.

 

Até lá, se Deus quiser...

Paz a todos nesse feriado de Corpus Christi!

 

Abraço.

Dr. Beny Schmidt

 

  

Tags:

Please reload

MANDE SUA MENSAGEM

Desenvolvido por Mais Comunicativa.